terça-feira, 18 de maio de 2010

Obedecer a Deus

Mais importa obedecer a Deus do que aos homens." (At 5:29b)
Transcrevo umas palavras que edificaram muito a minha vida:

" Olá, irmãos! Eu quero compatilhar com vocês um pouco do que Deus tem falado comigo recenetemente. Eu tenho feito meu devocional com uma música da Ana, uma música que ela fez para um cd infantil dela, e essa música fala sobre obediência, essa música tem ministrado profundamente em meu coração. A letra dessa música fala, mesmo quando parece difícil pra nós, e as pessoas acham que é impossível, falam pra você que é impossível voccê conseguir. Você tem uma escolha, entre olhar pras circunstâncias, entre olhar pra aquilo que você sente, entre olhar pra aquilo que as pessoas dizem e entre obedecer a Deus. Você duas portas, dois caminhos a seguir. Eu tenho aprendido isso com o Senhor nesses dias. Qual desses dois caminhos eu vou escolher? Eu vou escolher olhar pra minha incapacidade, pra minha dificuldade, pro quanto é difícil pra mim, é difícil; eu vou olhar pra voz das pessoas dizendo pra mim que é impossível viver isso, que é impossível conseguir isso, ou eu vou olhar pra aquilo que Deus manda eu fazer, porque se Deus diz Ele é fiel e Ele cumpre tudo que Ele diz.  E a letra dessa música continua dizendo: 'Quando eu penso que não vou conseguir, me dá vontade de parar e desistir. Obedecer a Deus é sempre o melhor.' 

Não é olhar pras minhas dificuldades, pra minha limitação, mas é obedecer a Deus. Mas Sarah é tão difícil, é tão difícil muitas vezes fazer o que Deus quer, porque eu olho pras circunstâncias, as pessoas vem me dizer que é impossível. Obedeça! Não faça aquilo que você quer, não faça aquilo que as pessoas dizem. Obedeça! E aí essa música fala, ela declara isso: Eu vou obedecer! Eu vou obedecer! Eudecido, eu vou obedecer! É uma declaração com fé, não é uma declaração com sentimento. Por quê? Porque obedecer a Deus é sempre o melhor, Ele sempre cumpre o que Ele diz.  Por que nós temos tanta dificuldade de confiar, né? Eu estava lendo o novo testamento judaico esses dias e a palavra fé no novo testamento judaico é traduzida por confiança. Por que tantas vezes nós temos essa dificuldade de ter fé, de confiar, né? Se tudo que Deus fala ele faz. 

A letra fala isso que tudo que Deus fala, Ele nunca falha. Eu posso confiar que até em meio as tempestades da minha vida comigo Ele está, por isso eu declaro eu vou obedecer! Eu  vou obedecer!  O que Deus tem me revelado é que pra nós vencermos a imoralidade, os pecados que a igreja tem enfrentado, nós primeiro temos que vencer o espírito da desobediência, que foi o primeiro espírito que foi lançado contra Adão e Eva, lá no jardim, pra desobedecerem a ordem de Deus, a vontade de  Deus. Vamos obedecer a Deus igreja, porque Ele é fiel! Ele cumpre o que Ele diz. Ele nunca mente. Meu Deus é fiel! Teu Deus é fiel. Ele é fiel! Ele sempre cumpre o que Ele diz, sempre, sempre. 

Que você possa receber do Senhor nesses dias, que você possa experimentar do Senhor nesses dias, que essa música possa ministrar em seu coração. Que você possa provar aquilo que eu tenho provado, uma fidelidade muito grande de suprir nossas necessidades internas, emocionais, carências. Receba de Deus agora! Mesmo quando parece difícil e todas as pessoas falam pra você que é impossível você conseguir, escolha esse caminho. Obedecer a Deus é sempre o melhor. O melhor não é fazer o que você quer, pois Ele é fiel e Ele cumpre tudo o que Ele diz. Então, obedeça porque é sempre o melhor, pois Ele é fiel. Por isso declare, eu vou te obedecer Senhor. Diga: eu vou obedecer a Jesus, contra a minha vontade, contra as circunstâncias, contra as vozes que vêm aos meus ouvidos dizendo pra eu parar. Eu vou obedecer porque é sempre o melhor, pois Ele é fiel. 

Quando eu penso que não vou conseguir, me dá vontade de  parar, de desistir, mas eu tenho uma escolha, a minha escolha é obedecer. Eu tenho essa escolha, por isso eu decido. Obedecer a Deus é sempre o melhor, pois Ele é fiel e cumpre o que diz. Sempre cumpre o que Ele diz, por isso eu vou obedecer. Obedecer a Deus e não as suas vontades. Obrigada Senhor por essa música que veio dos céus para consolar os nossos corações, pela vida da tua serva, a Ana. Obrigada Jesus por dar a música dos seus pra nós, aquilo que vem para nos trazer paz  e força pra continuar. Em tudo que Deus fala, Ele nunca falha. Ele nunca perde uma briga, por isso eu posso confiar que em meio a tempestade, o dia a dia, das minhas vontades, das circunstâncias comigo Ele vai estar. Eu  vou obedecer! Diga pra Ele: Senhor, eu vou obedecer!" (Missinária Sarah Sheeva)

Essa ministração está em um vídeo no youtube chamado: Miss.Sarah Sheeva - Obedecer a Deus. 
Indico a todos vocês as palavras dessa missionária de Deus, pois cada pregação que recebo dela tem feito diferença em minha vida.

Senhor, eu quero te obedecer de todo coração! Te amo!  

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Presença de Deus


Tentações, provações, situações.

Tantas são as lutas, que o nosso interior vira um reboliço. Reboliço de ideias, de conflitos. 
A gente quer entender, mas se confunde.
Quer acertar, mas erra.
Quer se explicar, mas acaba causando mais incompreensão.
Quer persistir, mas não tem mais forças.
Quer acreditar, mas não há mais fé.

Parece que tudo acontece em um só momento. É aquele tipo de ataque planejado, cujo alvo é a nossa maior fraqueza. Nessas horas, pensamos: "Vale a pena entrar nessa batalha, sem ao menos vê a possibilidade de vitória? Seria tão mais fácil retroceder..."

Esses conflitos, por mais que não queiramos, faz parte do percurso da nossa vida. Dizem que é nas dificuldades que aprendemos. Fácil é falar, díficil é estar na situação...

Não há muito o que dizer, só chorar.

O choro é a manifestação da nossa incapacidade, da nossa pequenez e, dessa forma, do nosso quebrantamento. 
O choro nos leva para a presença de Deus e, ainda que não saiam palavras de nossa boca, o choro sai, seja através de lágrimas ou de gemidos inexpremíveis.

Quando derramamos nossa alma, recebemos um colo confortável, uma paz inigualável. Nesse transbordar de amor, encontramos o Senhor, sentimos a sua presença. É incrível como o choro nos faz ficar juntinhos Dele!

Mas o choro dói, muitas vezes dói muito, de maneira insuportável. Entretanto, essa presença valiosa recompensa todo o sacrifício.

Eu não queria chorar, mas jamais poderia viver sem a presença de Deus. Presença que me consola, me abraça e fala, ao meu ouvido: "tudo vai dar certo!"

Esse amor paternal, tão grande e tão percioso, me preenche de forma tamanha  e faz com que minhas esperanças se renovem, meu coração se console e acalme.

Nada ainda mudou, mas eu tenho essa gloriosa presença, a presença divina em minha vida, que me dirige e faz brotar em meu coração a alegria pelo amanhecer.

Obrigada por Tua presença, Senhor!

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Endurecendo o coração?


Oi, gente!

Ontem estava assistindo a programa de tv que fez uma espécie de reality show com os moradores de rua. Os repórteres conviverem com determinadas pessoas de algumas localidades para demonstrar como eles sobrevivem sem um teto.

Assisti tudo aquilo e, por mais interessante que a matéria se mostrasse, não senti nada de especial, até o momento em que algumas crianças, usuárias de tíner, após um dia inteiro com a jornalista, depois de uma quase tentativa de roubo, foi defendida pelos meninos de rua. A repórter chamou a atenção, dizendo que bastou um dia de conversa para que eles criassem um vínculo com ela. Isso é carência, ela defendeu.

Sabe, sempre fui do tipo que chora ao com livros, filmes e, de certa maneira, se compadece pelo próximo, mas percebi, ao ver aqueles detalhes de um cotidiano de "homem invisível", que, assim como a maior parte da população, estou acostumada com a dificuldade alheia, estou deixando que, aos poucos, meu coração se endureça e se conforme com a desigualdade, violência, doença e, o principal, a falta de Deus.

Jesus! Como aquelas pessoas precisam de Deus, de salvação, de milagre, de transformação! Como elas e tantas outras precisam de comida, de casa, de emprego, de roupa, de uma cama!

Como é fácil no nosso mundinho de pequeno conforto (sempre é pequeno já que nos motivamos a sempre querer e buscar ter mais e mais) julgar os drogados, ladrões, mendigos. A gente sempre fala: "Ele é usuário porque é vagabundo. Não trabalha porque não quer". E, dessa forma, seguimos nossa vidinha cheia de problemas porque somos trabalhadores honestos...

Não estou aqui para defender pessoas que tomam atitudes erradas, nem perante o homem, muito menos perante a Deus, só senti que ao acharmos "normal" que um ser humano tenha uma vida totalmente indigna, deixamos nosso coração endurecer, pensando que a culpa é deles e nós, que estudamos e trabalhamos o dia inteiro, não temos nada a ver com isso.

Mentira! Por sermos filhos do Altíssimo temos uma responsabilidade maior ainda.

Percebi que o meu começo não é correr para as ruas e tentar fazer algo, mas é orar, chorar e clamar a Deus por essas vidas, e pedir constantemente pela misericórdia divina para que o Senhor não permita que meu coração se endureça, pois ele se agrada de um coração quebrantado e contrito e, assim, me capacite, espiritualmente, psicologicamente e até mesmo materialmente para que eu faça a diferença.

Sim, eu quero fazer a diferença! Mas também sei que não é fácil. Sei que há potestades destruindo vidas, de todas as formas possíveis e sei também que nós, que conhecemos a verdade, não podemos nos acomodar e achar que tudo deve ser assim. Não! Devemos ter amor pelas almas, um amor que chora e luta por vidas que precisam de Jesus.
Senhor, eu quero esse amor! Eu preciso desse amor!

Quantas vidas destruidas, Senhor, que não possuem nem o pão de cada dia, que não sabem o que significa o sentimento do amor. Será que essas crianças criadas ao "deus dará" já sentiram um dia o calor de um afago, a doçura de um abraço, ou ao menos o seu olhar de compreensão e compaixão, ou simplesmente a sua oração para que Jesus, que pode todas as coisas, transforme e restaure essas vidas?


O coração de Deus bate por cada alma, por cada jovem, adulto, criança, idoso que ainda não o conhece, por cada ser vivente que sofre, que chora, que é destruido pelo inimingo. Não podemos servir ao Pai e achar tudo isso normal.

Busque o quebrantamento do seu coração, peça mudança de atitudes e até de sentimentos para o Pai, pois, assim, tenho certeza que o Senhor ainda nos usará muito nesta terra para salvarmos muitas vidas.

"Sonda-me, quebranta-me, transforma-me, enche-me e usa-me, Senhor."