segunda-feira, 19 de abril de 2010

O poder de um clamor


Ontem, quando estava orando, o Senhor me deu uma passagem bíblica que me chamou muito a atenção.

“E ela disse: Dá-me uma bênção; pois me deste terra seca, dá-me também fontes de águas. Então lhe deu as fontes superiores e as fontes inferiores.” (Josué 15:19)

Este versículo mexeu comigo. Senti que Deus me falava que eu deveria querer mais, pedir mais, clamar mais e, consequentemente, ser mais.

Buscando entender melhor, pesquisei acerca de toda a história contada no capítulo. Descobri que Calebe, companheiro de Josué na conquista de Canaã,  tinha uma filha, chamada ACSA, e chegando à idade de casá-la, ele não queria entregá-la para qualquer um, pois, sendo corajoso como era, já que guerreou muito pela terra prometida, jamais aceitaria dar sua filha na mão de um covarde, ou medroso. Calebe daria Acsa em casamento ao homem que mostrasse ser nobre e corajoso, como ele próprio. É importante salientar que, da geração que saiu do Egito, somente Calebe e Josué entraram na terra prometida. Por isso, lançou um tremendo desafio:

“E disse Calebe: Quem ferir a Quiriate-Sefer, e a tomar, lhe darei a minha filha Acsa por mulher. Tomou-a, pois, Otniel, filho de Quenaz, irmão de Calebe; e deu-lhe a sua filha Acsa por mulher.” (Josué 15:16-17)

ACSA (significa dominadora de serpentes), filha de um homem, CALEBE, que fez com que sua história fizesse diferença em sua geração.
Calebe colocou sua filha como o maior prêmio, pois sabia que para fazer parte de sua família, tinha de ser o melhor, vencedor. Calebe sempre foi um guerreiro forte e valente e Acsa aprendeu com seu pai, e não abria mão do que podia ter.

“Tomou-a, pois, Otniel, filho de Quenaz, irmão de Calebe; e deu-lhe a sua filha Acsa por mulher.” (Josué 15:17)

Otniel ganhou a batalha, as terras e a moça como esposa, estava feliz e satisfeito com tudo aquilo, mas ele não sabia que aquilo ainda não era tudo o que ele poderia alcançar, havia mais.

“E sucedeu que, vindo ela (ACSA) a ele, o persuadiu que pedisse um campo a seu pai; e ela desceu do seu jumento; então Calebe lhe disse: Que é que tens?” (Josué 15:18)

Acsa então fala para seu esposo Otniel pedir mais ao seu pai. Tudo indica que ele não pediu. Acsa que conhecia bem o pai que tinha, sabia que ele poderia lhe dar muito mais. Acsa diz ao esposo: “Vai e pede." Porque o texto diz que ela persuadiu, pressionou, ele ficou paralisado. Este é o defeito de muitos homens, paralisarem diante de algumas situações.
Não é porque você teve uma vitória que deve parar e cruzar os braços. Deus vai te sacudir! O Pai tem muito mais para te dar!

Acsa toma uma atitude, ela sabia que o seu pai tinha mais para sua vida. Acsa saiu do que era normal, ela não seguiu viagem. Ela não quis ser normal.

Acsa desceu da jumenta, fez algo que não estava no script. E seu pai se volta e fala: "o que queres?", ela responde: Dá-me uma bênção; pois me deste terra seca, dá-me também fontes de águas. Então lhe deu as fontes superiores e as fontes inferiores".

Acsa ganhou muito mais do que pediu simplesmente porque teve atitude, porque clamou pelo que queria.

É isso que o Senhor quer de mim e  de você. Atitude! Atitude para clamar a Ele pelo melhor; atitude para agir em prol deste melhor.

Muitas vezes nós nos acomodamos, achamos que já conquistamos muito, ou então pensamos que é impossível demais ir além do visível, do esperado. Ainda bem que temos um Deus do impossível ao nosso lado.

Que tremendo o que o Pai me disse!

Compartilho com vocês a direção que recebi de Deus: o poder da atitude, o poder do clamor; o poder de sempre anseiar voos mais altos e mais longos.

Peça a Jesus sua bênção! Faça como Acsa que não se conteve com a sua porção de terra, mas teve visão de que poderia ganhar muito mais, poderia receber também as fontes de água.

Que hoje você entenda que por mais que Deus já te deu, ele tem muito mais para você. Que o Senhor abra a nossa visão e nos faça prosperar, crescer.

Quero mais de Ti, Senhor!

Um comentário:

  1. Quando enfrentamos lutas difíceis e quando as
    nossas forças parecem insuficientes para vencê-las,
    a melhor direção a tomar é buscar a direção de Deus.
    O SENHOR jamais perdeu uma luta e
    seguros estamos em Suas mãos.
    Todas as coisas cooperam para o
    nosso bem e edificação espiritual.
    A nossa vida é muito mais tranqüila e vitoriosa
    quando entregamos nas mãos do Senhor Jesus,
    todas as nossas principais decisões.
    Quando oramos por aqueles que nos perseguem e
    quando amamos os que sem causa se levantam
    contra nossas vidas, amontoamos
    brasas vivas sobre as nossas cabeças.
    Põe a tua confiança em DEUS e
    não tenha medo das adversidades.
    Deus Te Abençõe!!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar no blog!