quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Inserida em outro mundo


Não sei se luto mais com essa insônia, porque tenho uma leve impressão de que não sou eu quem está ganhando...

Em meio a tantas obrigações e preocupações, um pensamento corriqueiro me veio novamente à cabeça, assim, mais uma vez, minha mente, querendo trabalhar, atrapalha meu horário de descanso, ou melhor, desfaz todos meu horários...

Mas, indo direto ao assunto, queria relatar que, mais um vez, ao final de mais um dia, percebi que não me sinto inserida. E não diria que foi uma agradável constatação. Antes, tive a certeza, como sempre, da minha incompletude.

É engraçada essa necessidade de complemento, que por vezes procuramos que outros  preencham e, apesar das muitas decepções, não são poucos os que passam uma vida inteira nessa busca.

Mesmo sabendo das limittações humanas, continuo não me sentindo inserida. Só pode ser algo metafísico. Percebo, novamente, que não sou deste mundo, e quem é???

Assisti uma palestra de um grande escritor, Cristovão Tezza, em que ele afirmou que "um escritor precisa da tristeza para escrever, um escritor profundo precisa da solidão", nessa argumentação eu acrescentaria que, este escritor, que não é um qualquer, necessita do "vazio", o grande vazio da alma humana...

Mais uma vez não me senti inserida, pois, de há muito, rejeito esse vazio, essa solidão, e só desejo a vida de Cristo, a sua paz, o seu amor, que, definitivamente, não são desse mundo vazio...

O único momento em que me sinto inserida é na presença do Pai, quando choro pra Ele e recebo seu preenchimento, seu toque e, para me permitir ser cheia do seu Espírito, não preciso de um lugar, mas de uma escolha, a minha, de me sentir inserida em um "mundo vazio", ou estar cheia e estar inserida em outro mundo.

Mas muitos são os que escolhem este mundo e, assim, jamais provam do estado "cheio", alguns até tentam, mas desistem e se perdem no caminho, afinal, "estreito é o caminho que conduz à salvação".

Os intelectuais "vazios", ou os ignorantes "vazios" ainda se sentem em vantagem quando encontram alguém de "outro mundo", se sentem satisfeitos por pertencer verdadeiramente ao planeta Terra, entretanto, com a experiência de quem um dia também já foi "terrestre", tenho certeza da incontáveis vantagens de ser "de outro mundo", um mundo feito só para os escolhidos, aqueles que verdadeiramente têm provado da comunhão com o Pai, algo realmente de outra galáxia, quiçá, de outra dimensão.

Como tantos outros, sou mais uma peregrina neste mundo, porque, com toda certeza, aqui não é o meu lugar.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Alegra-te no Senhor



"Regozija-te e alegra-te, ó filha de Edom" (Lamentações de Jeremias 4:21a)

 Olá, queridos amigos do blog!

Infelizmente tenho deixado de lado esse espaço porque minha rotina anda muito tumultuada, mas espero conseguir mais tempo para continuar interagindo com vocês.

Pois, bem! Mais uma madrugada em que a insônia me encontra (sintoma corroborado pelo horário de verão que tem me desregulado mais ainda. Céus!).

Alguns dias atrás estava muito confusa, chorosa, mas nas últimas horas comecei sentir algo de Deus, senti a alegria do Senhor manifestada em minha força.

Como já disse em alguns posts anteriores, a mudança de cidade e de rotina, até mesmo de círculo social não foi, ou melhor, não está sendo fácil. Cheguei a concluir que até mesmo a tão sonhada vitória é uma luta; o fim não é a bênção, aliás, ela é apenas um começo, de algo muito melhor, creio eu, mas de algo muito difícil também...

Contudo, pela graça e misericória divina, especialmente hoje, decidi me alegrar no Senhor, atitude que, eu sei, deveria ser realizada todos os dias, mas minha pouca fé muitas vezes não permite...

Louvo a Deus porque Ele tem suprido minhas necessidades!
Louvo a Deus porque minhas dificuldades são pequenas diante das calamidades alheias!
Louvo a Deus pelo seu amor e cuidado sempre presente!
Louvo a Deus pela sua paz que inunda meu coração!
Louvo a Deus por me curar!
Louvo a Deus por ser meu Pai, acima de tudo e de forma incondicional!
Louvo a Deus pelos milagres em minha vida, pelos impossíveis!
Louvo a Deus por realizar os desejos do meu coração!
Louvo a Deus por me permitir conhecê-Lo cada vez mais!
Louvo a Deus pelo ar que eu respiro, pela minha vida!

Te louvo, meu Senhor, porque Tu, somente Tu, és a alegria da minha alma!

Devo a Deus todo louvor e adoração que o meu ser possa conceber e, mesmo assim, jamais poderia manifestar a imensa glória que Ele tem derramado em minha vida.

Me alegro no Senhor, porque Ele preenche todo o meu vazio, porque mesmo na dificuldade Ele é o refrigério da minh'alma!

Mais uma vez, Pai, resolvi me alegrar em Ti! Obrigada por tudo que És para mim!

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Oleiro

Gente, achei algo muito legal e gostaria de compatilhar com vocês:

Um interlúdio chamado olaria. Porque enquanto você adora, o Oleiro molda:

Lama e água é igual a barro. Você é feito de barro.
Barro de chão, lugar onde você já foi pisado.
O Oleiro veio com suas mãos e lhe colocou
numa roda. Assim, em seguida, você
começou a girar. Ele começou a te
moldar. Você era um vaso peque-
no, não servia para muitas coisas,
o Oleiro te quebrou, colocou
mais barro e lhe fez um
vaso grande. Você era
um vaso fino, desses
que se quebra por qual-
quer motivo, qualquer
inveja, qualquer julgamento.
Deus lhe engrossou e hoje seus
inimigos lhe contemplam por sua
beleza e força. Você era um vaso vazio,
não cultivava nada em seu meio, nadava na
futilidade e buscava descanso no pecado. Deus lhe
encheu de Seu próprio Espírito e hoje você é ferramenta
de edificação. Hoje você é um vaso cheio do próprio Deus que se
move em você. Você era um vaso cheio de pedras. Você cultivava sua
inveja sutil por fora e monstruosa por dentro. Você escrevia seus atos
por causa do reconhecimento dos outros, sua carência era por aplau-
sos. Seu esconderijo é no próprio vale da sombra da morte. Só que a mor-
te era lhe apresentada aos poucos neste vale escuro e frio. Então, o Oleiro
veio e com seus dedos e foi lhe arrancando todas as pedras. Cada pedra ar-
rancada uma dor. Cada pedra arrancada, uma cicatriz. Em cada cicatriz de
pecado, o carinho do coração de Deus lhe desmarcava do rastros do passa-
do e lhe dá um livro em branco para que sua história daqui pra frente seja
escrita por inspiração de seu Espírito. Você era um vaso torto, desses que
sente prazer nas sombras e não no sol. Sua vida era murmurar da demora
por aquilo que você procurava com medo de achar: sua cura e libertação.
Entretanto, o Oleiro veio e te endireitou. Para isso foi preciso ser queima-
do num forno muito quente. Em seguida, jogado em água fria. Você era
um vaso esquecido na estante, não servia para nada e ninguém acredi-
tava em você. Sua história de vida era um rascunho mal feito, sua
utilidade era nula. O Oleiro veio e lhe deu um fôlego soprado da
própria boca Dele. Por fim, você reviveu, foi restaurado. Jesus
te desfez e te refez novamente. E assim Ele fará enquanto vo-
cê precisar. As mãos do Oleiro é o lugar onde se acalenta o
vaso em sua mais santa versão. Lama é lama, você é morada do Espírito Santo.


Fim do interlúdio chamado olaria. Porque a adoração desperta o moldar de Deus.



Créditos ao site: http://www.renattomanga.com.br/2010/09/logo-do-decimo-terceiro-album-do.html

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Após a noite, sempre haverá uma manhã...


Não sei o porquê, mas as lágrimas têm aparecido com mais frequência, principalmente durante a noite, algo difícil de traduzir...

Se reflito acerca das circunstâncias em que me encontro, sinto uma dor; vejo e identifico minhas limitações. É na escuridão da noite que enxergo melhor minhas aflições...

Talvez seja por esse poderio de quebrantamento que a noite exerce, que o salmista decreveu que "o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã (Salmos 30:5). 

O período noturno costuma ser o momento em que nos sentimos mais frágeis, pois vemos a loucura do dia terminar, o sol se por, e nos debatemos com os pensamentos, muitas vezes reprimidos, das nossas angústias mais temidas. É quando colocamos a cabeça no travesseiro, querendo não mais pensar em nada e somente descansar para o dia vindouro, que o incomôdo parece crescer. Muitas vezes, são horas e horas de insônia por causa das muitas preocupações, medos e tribulações. A noite nos torna fracos, impotentes e, por isso, fazemos na noite os nossos maiores prantos...

No entanto, por mais que as trevas e a escuridão nos afronte com os nossos mais terríveis pesadelos, temos a promessa da "alegria do amanhecer", verdade também reconhecida pelo salmista.

Se temos chorado pra Cristo, então, nesta mesma noite nebulosa receberemos nosso consolo, afinal, depois de uma longa noite sempre haverá uma renovadora manhã.

O mais importante é ter a convicção de que nosso Jesus sempre está conosco, seja nas difíceis noites, ou nas maravilhosas manhãs.

Consolo bem presente na angústia, que enxuga minhas lágrimas, me ajuda a prosseguir e ainda me faz deleitar no frescor da nova manhã, Emanuel: Deus comigo!


domingo, 22 de agosto de 2010

No colo do Pai


Ainda estou em fase de adaptação. As mudanças estão mexendo comigo. Não sei ao certo o que é, talvez seja o clima (bem mais frio do que estou acostumada). O fato é que não consigo dormir. Há dias tenho insônia. Mas, pensando bem, se insônia seria falta de sono, acho que meu caso é outro. Sono eu tenho, até demais, só que não na madrugada, uma inconstante do meu relógio biológico...

Há dias também quero descrever uma sensação, um sentimento. Algo, contudo, que não é novo, mas ultimamente está borbulhando de forma mais intensa em mim.

Uma segurança  tão presente; um calor aconchegante; uma companhia sem igual; uma paz  ininteligível; uma amor que, de tão grande, embriaga-me.

Tenho aprendido a confiar em quem não vejo. E tenho me sentido protegida, amada. Paradoxo. Normalmente, eu só acreditaria "vendo", mas, hoje, conhecendo-O como conheço, acredito sentindo, ouvindo e amando. Pois agora vivo a fé, o firme fundamento das coisas que se esperam, a prova das coisas que não se vêem. 

Quando decidi passar da condição de criatura para a condição de filha, não sabia o que me aguardava. Por vezes temi, chorei, entretanto, deslumbrei-me ao viver experiências tocantes, inenarráveis, intensas e verdadeiras. Mais de uma vez me surpreendi, ou melhor, fui surpreendida. Percebi minha pequenez diante do Todo Poderoso, minha limitação. Foi aí que Ele me disse, susurrando, ao pé do meu ouvido: "Filha, esse é só o começo. Saiba que olho nenhum viu, ouvido nenhum ouviu, mente nenhuma imaginou o que Eu preparei para aqueles que me amam".

Espero. E sei que tenho sido esperada por Ele, meu lindo noivo, o amado da minha alma.

Se tudo que tenho recebido ainda é pouco, eu quero mais. Mais dessa intimidade que, ao mesmo tempo que me faz enxergar minha humanidade imperfeita, permite-me obter uma misericórida infinita, que suscista em meu interior uma dependência desse bem estar incondicional chamado amor; desse Deus majestoso e tremendo que deu-me a dádiva de chamá-lo de Pai, Aba Pai.

Estou em Teu colo, meu Pai. Este é o meu lugar. Sei que foi preparado para mim. Aqui sou realizada e, quando sinto esse aconchego, faltam-me palavras...

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Que jamais esqueçamos do Senhor...



Algum tempo sem escrever e já estava com saudades de postar neste cantinho minhas vivências com o Altíssimo, entretanto, não foi possível atualizar o blog antes, já que estava em um período de transição...
Como disse que explicaria o motivo da minha ausência, eis-me aqui para explicitar que não foi de propósito que eu não apareci, mas sim porque, para continuar meus estudos, meu Deus abriu uma porta pra mim em outra cidade, mais precisamente em São João del Rei, MG, a quase 12 horas de distância da minha tão queria Montes Claros.

Dessa forma, com minhas aulas começando em agosto, e pelo fato da formatura do Fred, meu namorado, também se realizar em agosto, vocês podem imaginar a correria que vivi, pois mudar de casa não é fácil, ainda mais de cidade, daí tive que resolver tudo em Montes Claros (deixar o trabalho e tal) ir para Ouro Preto na formatura e depois procurar moradia em São João del Rei. Tanta coisa em tão pouco tempo!

Nesse período conturbado de mudança, o que mais me preocupava era moradia, pois conhecendo o estilo de moradia para estudantes de Ouro Preto, me atemorizava não encontrar um lugar tranquilo para morar. Pela providência divina, cheguei em São João e encontrei um apartamento montado, dividido por duas pessoas, com o perfil que eu procurava.

Em tudo pude ver a mão de Deus me guiando, cuidando de mim, mas percebi também, em meio a muitos afazeres, que o meu tempo para o Senhor estava diminuindo. Com tantas preocupações, mal sobrava espaço para eu me derramar perante o meu Deus.

Sentindo a falta que o Senhor me fazia, recebi esse versículo: "Lembra-te também do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento" (Eclesiastes 12:1).

Senti que o Senhor estava me cobrando mais tempo para com Ele.
Sei que assim como eu senti, Ele também sentiu a minha falta e por isso me chamou a atenção através da sua Palavra.

Devemos lutar para que os nossos desejos e obrigações não nos afastem do Senhor, afinal, do que valeria todas as bênçãos se não tivermos o dono das bênçãos conosco?

Apesar de toda a alegria que o Pai me proporcionou nesses dias, meu coração sentiu a sua falta, e algumas vezes me entristeci por não ter um momento a sós com Ele.

Todos os dias tenho a certeza de que nada se compara com a presença de Jesus. Sem Deus nada é completo.

Lembra-te do teu Senhor, porque Ele nunca se esquece de nós.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Conhecer a Deus face a face


A história de Jó é bastante conhecida, mas por mais que saibamos que os propósitos de Deus são bem maiores que os nossos, na dificuldade, na prova, fazemos os mesmos questionamentos, desesperamo-nos a cada instante e afligimo-nos pensando que estamos sozinhos e que não daremos conta de seguir adiante.

Quando deparamo-nos com as portas fechadas, com as muralhas de Jericó, com o mar vermelho, as lágrimas são iminentes.

Somos fracos, somos pó, é verdade, mas não podemos nos esquecer de que o Deus que nos escolheu pode todas as coisas e está conosco se formos fiéis a Ele.

Esse Deus Onipotente, Onisciente e Onipresente não impede muitas das nossas tribulações, apesar de concder-nos milhares de livramentos. Jesus disse que no mundo teríamos aflições que Ele não veio trazer a paz, mas a espada.

Eu realmente queria viver em um "mar de rosas" aqui no planeta Terra, porém sei que a vida é feita de altos e baixos. Quem crê em Deus deve ter convicção de que somos peregrinos neste mundo e que plenitude só teremos na glória.

Odeio passar por lutas, e quem gosta? Contudo, são elas que me aproximam do Senhor.
Choro muitíssimo nas dificuldades, mas salto muito de alegria quando o meu Pai celestial me garante a vitória e realiza os desejos do meu coração.

Há um louvor do Diante do Trono que diz: "na fraqueza do meu ser, manifestas teu poder". Profundo, não?

Só conhecemos o poder de Deus quando Ele faz o impossível e transforma a nossa situação. Como Jó disse: "Com os ouvidos eu ouvira falar de ti; mas agora te vêem os meus olhos." (Jó 42:5)

Todas as nossas dificuldades são para a glória do Senhor. Por mais que doa, e dói muito, a recompensa é sempre melhor. 
Nenhuma maldição, por maior que seja, se compara com a glória do Senhor manifestada em nossas vidas.

Como podemos ser exaltados se não formos humilhados?
Como poderemos ser honrados se não formos desonrados?
Como poderemos ser curados se não estivermos doentes?
Como Deus pode fazer milagres se não houver o impossível?

Já fui muito humilhada, muito machucada, muito caluniada e muito desprezada, mas o Deus que eu sirvo e que escolheu me amar, dia após dia tem me mostrado a sua face, a sua glória e o seu poder.
Não queria ter passado pelo que eu passei, entretanto, hoje glorifico ao Senhor por minhas lutas, pois sem elas o poder de Deus não poderia ter sido manifestado em minha vida.

Conhecer a Deus mais e mais; vê-lo face a face; chegar a um nível de intimidade cada dia maior; sentir o amor incondicional e perfeito do Pai: é isso que Jesus tem para cada um de nós.

terça-feira, 20 de julho de 2010

O perfeito amor lança fora todo medo



"O perfeito amor lança fora todo medo" (1 João 4:18)



Oi, gente!
mais de um mês sem escrever, não é?
Muitíssimo tempo...

Estive em um momento conturbado: muito trabalho, muitas decisões e indecisões. Pois, bem! Perdoem-me a negligência ao blog, mas, infelizmente, não pude estar mais assídua...

Estou em fases de mudanças, literalmente, (por isso não tenho passado muito por aqui), entretanto, depois escrevo um post só para adentrar mais neste assunto.
O que quero com este novo post é somente explicitar a minha necessidade do Senhor: Como eu preciso de Ti, Jesus!

Tenho enfrentado um sentimento que oportunamente insiste em aparecer: o medo.

O medo por não saber o que há de vir. O  temor de não me achar segura em meu recôndito. A insegurança de, por vezes, acreditar que estou só. Será que serei capaz de enfrentar os obstáculos que aparecerão? Tenho medo de ficar sozinha... O que será de mim sem a força do Senhor? Sem sua presença?

Sei que esse sentimento não provém de Deus. Por isso, o Pai tem me levado a buscar mais Dele e, constantemente tem me dito: Confia em mim! Acredita!

Porém, quando estamos com medo, confiar se torna algo quase impossível.
Como confiar se o que vejo é totalmente o oposto do que devo acreditar?
Como crer além das circunstâncias?

Apesar de não ser fácil, eu escolho confiar.

Estava lendo um livro, e deparei-me com esta passagem:

"Um Deus infinito pode se dar inteiro a cada um de seus filhos. Ele não se distribui de modo que cada um tenha uma parte, mas a cada um ele se dá inteiro, tão integralmente como se não houvesse outros" A. W. Tozer

Lindo isso, não é? Como essas palavras me confortaram!
É isso que quero! É disso que preciso!
Só com esse amor incondicional e presente, só com essa inteireza do Supremo Ser em mim consigo ir além, prosseguir.
Tenho um Deus que se entrega totalmente a mim. Que profundo!
Nessa entrega os meus medos se esvaem, nada mais importa quando o Senhor estar por perto.

Quero te amar mais, Senhor, sentir seu cuidado, sua presença. Preciso de mais de Ti! Quero sentir seu amor!

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Parar para prosseguir



Amados e amadas do Senhor Jesus, eu não poderia deixar de compartilhar com vocês as maravilhas que o Pai tem feito em minha vida. Não é só de deserto que vive o crente, isso eu garanto!

Há dias tenho sentido dificuldades em minha vida espiritual, como se eu não estivesse conseguindo avançar, aliás, estava achando, até mesmo, que eu retroagia, conforme descrevi no post anterior.

Minhas forças pareciam não mais existir, estava tão cansada de tudo... Mas, foi aí que a misericórdia do Senhor se renovou em minha vida. Recebi uma ministração maravilhosa do Pai, que tão encarecidamente atentou para o meu clamor e aquietou o meu coração.

Através de uma canção, Oásis, do Diante do Trono, entendi o que o Senhor queria de mim neste momento: uma pausa.

Eu achava que não podia parar, que estava errada por não manter o ritmo acelerado de outrora, mas Deus me disse totalmente o contrário. Ele não quer que eu prossiga agora. Em relação à minha vida espiritual, eu devo parar. Não parar no sentido de desistir de tudo, mas parar para me alimentar; parar renovar minhas forças, reavivar meu interior.

Acontece que quando somos cheios do Espírito, temos uma necessidade tremenda de jorrar os rios de águas vivas em outras vidas, porém, muitas vezes aceleramos o passo, e esse fazer incessante nos obriga pagar um preço muito alto. Muitas são as perseguições, acusações e levantes do inimigo para nos desanimar durante a caminhada. É exatamente por isso que precisamos parar.

Parar para prosseguir. Parar para me alimentar. Parar para ter capacidade de voltar, com muito mais força que antes.

Precisamos parar porque não podemos nos esquecer que a nossa única fonte é Jesus. Tudo é Dele, por Ele e para Ele. Os dons não são nossos, os talentos não nos pertencem, e muito menos a  obra e a glória. Por isso que devemos nos encher diretamente na fonte, porque jamais seremos a fonte,  no máximo, seremos um vaso, de barro por sinal, que será cheio das águas de vida do Pai, sempre que for preciso.

Deus conhece nossas limitações e, por isso, em muitas ocasiões, nos pede para parar. Ele sabe quando precisamos parar de gastar tempo com as outras coisas, para sermos exclusivamente só Dele.

É preciso parar para somente buscar a face do Pai.

Não podemos comer e beber de  Deus correndo, falando ou andando. Para termos uma boa e eficiente alimentação, é necessário pararmos para digerirmos cada nutriente que o Senhor nos dá. Nessa parada, buscar a face de Deus é a única coisa que Ele anseia.

"E olhou, e eis que à sua cabeceira estava um pão cozido sobre as brasas, e uma botija de água; e comeu, e bebeu, e tornou a deitar-se. E o anjo do SENHOR tornou segunda vez, e o tocou, e disse: Levanta-te e come, porque te será muito longo o caminho." (I Reis 19:6 e 7)

Foi assim que Deus fez com Elias. O grande profeta estava cansado, pois havia derrotado  os profetas de baal e, depois de tudo isso, estava sendo perseguido por Jezabel, que desejava vingar-se.  Na fuga, Elias é milagrosamente alimentado por um anjo.

Elias não foi alimentado enquanto estava na batalha, mas teve que estar longe dos problemas para que suas forças fossem renovadas.

Se esse for o seu caso, pare para receber mais de Deus, se alimente dessa verdadeira comida. Você verá que retornará muito mais forte.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Arrefecimento Espiritual



Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes. (Efésios 6:12-13)


Oi, gente! Quanto tempo! Perdoem-me o fato de ter deixado o blog "às moscas", não foi intencional...

Nos últimos dias, envolvida com algumas situações desgastantes, tenho experimentado um certo arrefecimento, e o pior, um arrefecimento espiritual.

Percebi que o que me trazia empolgação antes, como o blog, por exemplo, já não era mais importante, até mesmo uma simples ida à igreja, pra mim, já estava se tornando obrigatoriedade. Da mesma forma, notei que minhas atividades cotidianas, até mesmo meus relacionamentos pessoais já não me traziam tanta satisfação como outrora. Até aí tudo bem, quem nunca se sentiu assim?

O problema é que, aos poucos, minha vida espiritual também perderia o ritmo acelerado, afinal, é o espiritual que direciona todas as áreas da nossa vida. Assim, percebi que o inimigo estava tentando incessantemente me ocasionar um "arrefecimento espiritual"...

É nesses momentos que muitas pessoas são atingidas pelo pessimismo, desânimo, tristeza, angústia, temor, depressão e, principalmente, a falta de fé.

O arrefecimento espiritual é o princípio da nossa morte espiritual e, consequentemente, da morte de toda e qualquer esperança.

No entanto, decidi que não vou aceitar essa investida. Se a guerra espiritual é constituída de várias batalhas, decido que nesta batalha, assim como nas outras, sairei mais que vencedora. 

Resolvi dizer não para o diabo. Não e não! Não aceito essa morte, pois tomo posse da vida de Jesus em mim!

A batalha exigi muito de nós, muitas vezes é dolorosa, mas o essencial é decidirmos receber a vitória que nosso Pai já determinou a nosso favor. Eu decidi e você?

“Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores por meio daquele que nos amou” (Romanos 8.37)

Mesmo não sendo fácil, acredite no que Deus te diz e não em suas dificuldades, decepções. A verdade na vida daqueles que seguem a Jesus é a que Ele designou a nosso respeito.

Incendeia-me, Senhor, com a Tua verdade a meu respeito!

terça-feira, 18 de maio de 2010

Obedecer a Deus

Mais importa obedecer a Deus do que aos homens." (At 5:29b)
Transcrevo umas palavras que edificaram muito a minha vida:

" Olá, irmãos! Eu quero compatilhar com vocês um pouco do que Deus tem falado comigo recenetemente. Eu tenho feito meu devocional com uma música da Ana, uma música que ela fez para um cd infantil dela, e essa música fala sobre obediência, essa música tem ministrado profundamente em meu coração. A letra dessa música fala, mesmo quando parece difícil pra nós, e as pessoas acham que é impossível, falam pra você que é impossível voccê conseguir. Você tem uma escolha, entre olhar pras circunstâncias, entre olhar pra aquilo que você sente, entre olhar pra aquilo que as pessoas dizem e entre obedecer a Deus. Você duas portas, dois caminhos a seguir. Eu tenho aprendido isso com o Senhor nesses dias. Qual desses dois caminhos eu vou escolher? Eu vou escolher olhar pra minha incapacidade, pra minha dificuldade, pro quanto é difícil pra mim, é difícil; eu vou olhar pra voz das pessoas dizendo pra mim que é impossível viver isso, que é impossível conseguir isso, ou eu vou olhar pra aquilo que Deus manda eu fazer, porque se Deus diz Ele é fiel e Ele cumpre tudo que Ele diz.  E a letra dessa música continua dizendo: 'Quando eu penso que não vou conseguir, me dá vontade de parar e desistir. Obedecer a Deus é sempre o melhor.' 

Não é olhar pras minhas dificuldades, pra minha limitação, mas é obedecer a Deus. Mas Sarah é tão difícil, é tão difícil muitas vezes fazer o que Deus quer, porque eu olho pras circunstâncias, as pessoas vem me dizer que é impossível. Obedeça! Não faça aquilo que você quer, não faça aquilo que as pessoas dizem. Obedeça! E aí essa música fala, ela declara isso: Eu vou obedecer! Eu vou obedecer! Eudecido, eu vou obedecer! É uma declaração com fé, não é uma declaração com sentimento. Por quê? Porque obedecer a Deus é sempre o melhor, Ele sempre cumpre o que Ele diz.  Por que nós temos tanta dificuldade de confiar, né? Eu estava lendo o novo testamento judaico esses dias e a palavra fé no novo testamento judaico é traduzida por confiança. Por que tantas vezes nós temos essa dificuldade de ter fé, de confiar, né? Se tudo que Deus fala ele faz. 

A letra fala isso que tudo que Deus fala, Ele nunca falha. Eu posso confiar que até em meio as tempestades da minha vida comigo Ele está, por isso eu declaro eu vou obedecer! Eu  vou obedecer!  O que Deus tem me revelado é que pra nós vencermos a imoralidade, os pecados que a igreja tem enfrentado, nós primeiro temos que vencer o espírito da desobediência, que foi o primeiro espírito que foi lançado contra Adão e Eva, lá no jardim, pra desobedecerem a ordem de Deus, a vontade de  Deus. Vamos obedecer a Deus igreja, porque Ele é fiel! Ele cumpre o que Ele diz. Ele nunca mente. Meu Deus é fiel! Teu Deus é fiel. Ele é fiel! Ele sempre cumpre o que Ele diz, sempre, sempre. 

Que você possa receber do Senhor nesses dias, que você possa experimentar do Senhor nesses dias, que essa música possa ministrar em seu coração. Que você possa provar aquilo que eu tenho provado, uma fidelidade muito grande de suprir nossas necessidades internas, emocionais, carências. Receba de Deus agora! Mesmo quando parece difícil e todas as pessoas falam pra você que é impossível você conseguir, escolha esse caminho. Obedecer a Deus é sempre o melhor. O melhor não é fazer o que você quer, pois Ele é fiel e Ele cumpre tudo o que Ele diz. Então, obedeça porque é sempre o melhor, pois Ele é fiel. Por isso declare, eu vou te obedecer Senhor. Diga: eu vou obedecer a Jesus, contra a minha vontade, contra as circunstâncias, contra as vozes que vêm aos meus ouvidos dizendo pra eu parar. Eu vou obedecer porque é sempre o melhor, pois Ele é fiel. 

Quando eu penso que não vou conseguir, me dá vontade de  parar, de desistir, mas eu tenho uma escolha, a minha escolha é obedecer. Eu tenho essa escolha, por isso eu decido. Obedecer a Deus é sempre o melhor, pois Ele é fiel e cumpre o que diz. Sempre cumpre o que Ele diz, por isso eu vou obedecer. Obedecer a Deus e não as suas vontades. Obrigada Senhor por essa música que veio dos céus para consolar os nossos corações, pela vida da tua serva, a Ana. Obrigada Jesus por dar a música dos seus pra nós, aquilo que vem para nos trazer paz  e força pra continuar. Em tudo que Deus fala, Ele nunca falha. Ele nunca perde uma briga, por isso eu posso confiar que em meio a tempestade, o dia a dia, das minhas vontades, das circunstâncias comigo Ele vai estar. Eu  vou obedecer! Diga pra Ele: Senhor, eu vou obedecer!" (Missinária Sarah Sheeva)

Essa ministração está em um vídeo no youtube chamado: Miss.Sarah Sheeva - Obedecer a Deus. 
Indico a todos vocês as palavras dessa missionária de Deus, pois cada pregação que recebo dela tem feito diferença em minha vida.

Senhor, eu quero te obedecer de todo coração! Te amo!  

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Presença de Deus


Tentações, provações, situações.

Tantas são as lutas, que o nosso interior vira um reboliço. Reboliço de ideias, de conflitos. 
A gente quer entender, mas se confunde.
Quer acertar, mas erra.
Quer se explicar, mas acaba causando mais incompreensão.
Quer persistir, mas não tem mais forças.
Quer acreditar, mas não há mais fé.

Parece que tudo acontece em um só momento. É aquele tipo de ataque planejado, cujo alvo é a nossa maior fraqueza. Nessas horas, pensamos: "Vale a pena entrar nessa batalha, sem ao menos vê a possibilidade de vitória? Seria tão mais fácil retroceder..."

Esses conflitos, por mais que não queiramos, faz parte do percurso da nossa vida. Dizem que é nas dificuldades que aprendemos. Fácil é falar, díficil é estar na situação...

Não há muito o que dizer, só chorar.

O choro é a manifestação da nossa incapacidade, da nossa pequenez e, dessa forma, do nosso quebrantamento. 
O choro nos leva para a presença de Deus e, ainda que não saiam palavras de nossa boca, o choro sai, seja através de lágrimas ou de gemidos inexpremíveis.

Quando derramamos nossa alma, recebemos um colo confortável, uma paz inigualável. Nesse transbordar de amor, encontramos o Senhor, sentimos a sua presença. É incrível como o choro nos faz ficar juntinhos Dele!

Mas o choro dói, muitas vezes dói muito, de maneira insuportável. Entretanto, essa presença valiosa recompensa todo o sacrifício.

Eu não queria chorar, mas jamais poderia viver sem a presença de Deus. Presença que me consola, me abraça e fala, ao meu ouvido: "tudo vai dar certo!"

Esse amor paternal, tão grande e tão percioso, me preenche de forma tamanha  e faz com que minhas esperanças se renovem, meu coração se console e acalme.

Nada ainda mudou, mas eu tenho essa gloriosa presença, a presença divina em minha vida, que me dirige e faz brotar em meu coração a alegria pelo amanhecer.

Obrigada por Tua presença, Senhor!

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Endurecendo o coração?


Oi, gente!

Ontem estava assistindo a programa de tv que fez uma espécie de reality show com os moradores de rua. Os repórteres conviverem com determinadas pessoas de algumas localidades para demonstrar como eles sobrevivem sem um teto.

Assisti tudo aquilo e, por mais interessante que a matéria se mostrasse, não senti nada de especial, até o momento em que algumas crianças, usuárias de tíner, após um dia inteiro com a jornalista, depois de uma quase tentativa de roubo, foi defendida pelos meninos de rua. A repórter chamou a atenção, dizendo que bastou um dia de conversa para que eles criassem um vínculo com ela. Isso é carência, ela defendeu.

Sabe, sempre fui do tipo que chora ao com livros, filmes e, de certa maneira, se compadece pelo próximo, mas percebi, ao ver aqueles detalhes de um cotidiano de "homem invisível", que, assim como a maior parte da população, estou acostumada com a dificuldade alheia, estou deixando que, aos poucos, meu coração se endureça e se conforme com a desigualdade, violência, doença e, o principal, a falta de Deus.

Jesus! Como aquelas pessoas precisam de Deus, de salvação, de milagre, de transformação! Como elas e tantas outras precisam de comida, de casa, de emprego, de roupa, de uma cama!

Como é fácil no nosso mundinho de pequeno conforto (sempre é pequeno já que nos motivamos a sempre querer e buscar ter mais e mais) julgar os drogados, ladrões, mendigos. A gente sempre fala: "Ele é usuário porque é vagabundo. Não trabalha porque não quer". E, dessa forma, seguimos nossa vidinha cheia de problemas porque somos trabalhadores honestos...

Não estou aqui para defender pessoas que tomam atitudes erradas, nem perante o homem, muito menos perante a Deus, só senti que ao acharmos "normal" que um ser humano tenha uma vida totalmente indigna, deixamos nosso coração endurecer, pensando que a culpa é deles e nós, que estudamos e trabalhamos o dia inteiro, não temos nada a ver com isso.

Mentira! Por sermos filhos do Altíssimo temos uma responsabilidade maior ainda.

Percebi que o meu começo não é correr para as ruas e tentar fazer algo, mas é orar, chorar e clamar a Deus por essas vidas, e pedir constantemente pela misericórdia divina para que o Senhor não permita que meu coração se endureça, pois ele se agrada de um coração quebrantado e contrito e, assim, me capacite, espiritualmente, psicologicamente e até mesmo materialmente para que eu faça a diferença.

Sim, eu quero fazer a diferença! Mas também sei que não é fácil. Sei que há potestades destruindo vidas, de todas as formas possíveis e sei também que nós, que conhecemos a verdade, não podemos nos acomodar e achar que tudo deve ser assim. Não! Devemos ter amor pelas almas, um amor que chora e luta por vidas que precisam de Jesus.
Senhor, eu quero esse amor! Eu preciso desse amor!

Quantas vidas destruidas, Senhor, que não possuem nem o pão de cada dia, que não sabem o que significa o sentimento do amor. Será que essas crianças criadas ao "deus dará" já sentiram um dia o calor de um afago, a doçura de um abraço, ou ao menos o seu olhar de compreensão e compaixão, ou simplesmente a sua oração para que Jesus, que pode todas as coisas, transforme e restaure essas vidas?


O coração de Deus bate por cada alma, por cada jovem, adulto, criança, idoso que ainda não o conhece, por cada ser vivente que sofre, que chora, que é destruido pelo inimingo. Não podemos servir ao Pai e achar tudo isso normal.

Busque o quebrantamento do seu coração, peça mudança de atitudes e até de sentimentos para o Pai, pois, assim, tenho certeza que o Senhor ainda nos usará muito nesta terra para salvarmos muitas vidas.

"Sonda-me, quebranta-me, transforma-me, enche-me e usa-me, Senhor."


sexta-feira, 30 de abril de 2010

O tempo

      Olá, pessoal! Mais um mês se passou. Nossa! Como o tempo está voando! Hoje, estou aqui para contribuir mais uma vez com o blog.
Observando as pessoas, podemos notar que a maioria está sofrendo por falta de tempo. Não precisamos procurar muito para encontrar alguém reclamando, basta solicitarmos um minutinho a alguém que parecerá  o fim do mundo.Ao notar essas atitudes, esses dias me questionei, o que está acontecendo? Os dias estão menores? As pessoas mais ocupadas? O que está tomando tanto nosso tempo?
Mesmo que alguns físicos tentem explicar, ainda não aceito a teoria que os dias estão ficando menores. Mas, sim, existem teorias, modelos experimentais e diversas fórmulas que alguns estudiosos defendem que, gradativamente, o dia diminui. Será mesmo?
Eu prefiro acreditar que estamos dividindo mal nosso tempo e por isso sofremos por algo errado que nos acomete, como: não dividirmos o tempo adequado para cada situação; não darmos prioridades para as coisas importantes da vida, etc.
Chegando onde finalmente eu queria, senti vontade de compartilhar com vocês a reflexão acerca de  estamos dividindo nosso tempo, quais são nossas prioridades.
É triste admitir, mas estamos dando prioridades para as coisas erradas, estamos nos “vendendo” para o diabo, literalmente.
Se assustou? Não acha que seja isso? Então, me fale, como você tem gastado seu tempo? O que vemos hoje são pessoas preocupadas apenas em trabalhar, em acumular riquezas na terra, pessoas que querem se divertir, porém, para isso terminam indo para os mais diversos tipos de perdição, pessoas  jogando seu tempo fora e depois reclamando que sentem falta dele.
Em 24 horas, quanto tempo você deixa para Deus? E para seus familiares, você tem disponibilizado tempo para eles? Para você, sua saúde, tem tido tempo para dormir, se alimentar corretamente, se cuidar? Será que vale a pena levar a vida da forma como estamos fazendo? Até quando vamos persistir nesse modo de viver?
Estou próximo de completar 23 anos e, esses dias, parei para pensar nessas coisas, notei que eu estava desperdiçando meu tempo, sofrendo com esse mal atual, a falta de tempo. Estou tentando me reeducar, definir melhor minhas prioridades, aproveitar melhor meu tempo, servir a Deus, até porque o tempo é passageiro e precisamos, cada dia, buscar nossa salvação.
Sendo guiados pelos ensinamentos de Deus, podemos ter certeza que viveremos muito melhor, e o tempo não será mais um problema. Aí vai uma dica, antes de fazer qualquer coisa, consulte a Deus, veja se é mesmo para você fazer isso,pois, assim, você poderá estar ganhando tempo e evitando possíveis  sofrimentos.
Bom inicio de mês para todos!
Que Deus possa iluminar cada instante da suas vidas!
Abraços,
Frederico Melo Lacerda



quarta-feira, 28 de abril de 2010

Não devemos nos conformar com este mundo


"Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso espírito, para que possais discernir qual é a vontade de Deus, o que é bom, o que lhe agrada e o que é perfeito". (Romanos 12,2)

Gente, li uma matéria na internet e, apesar de ser bem simplória, achei importante reproduzi-la para exemplificar o cuidado que devemos ter com o que ouvimos. Eis, abaixo, o texto retirado do site www.msn.com.br :

Desde que terminou sua relação com Chris Brown, a cantora Rihanna quer que todo mundo saiba que está muito bem com sua vida sexual, sim senhor. O 'garoto bruto' de sua canção, deixa isso bem claro quando canta 'Come here Rude boy, boy / Can you get it up? / Come here / Rude boy, boy / Is you big enough? ('Venha aqui / Garoto bruto, garoto / Você consegue segurar? / Venha aqui / Garoto bruto, garoto / Você é grande o bastante?)





Guloseimas de açúcar são um dos eufemismos sexuais favoritos dos cantores.
Na música 'Candy Shop', o rapper propõe a uma garota que 'prove seu pirulito', além de brincar com sua 'varinha mágica'. Devem ser doces muito especiais, porque o 50 Cent ainda canta 'quebrou, pagou'. 'Eu vou te levar pra loja de doces / 'Vou deixar você lamber o pirulito / 'Vai fundo, garota, não pare /Continue até atingir o ponto (woah)




A música tem como tema uma 'vara disco', e não precisa pensar muito para adivinhar o que Lady Gaga estava pensando. É certo que esse 'stick' é algo que ela deseja.. 'I wanna take a ride on your disco stick / Eu quero montar na sua vara disco'




A 'nova' Britney Spears deixou para trás seus escândalos, mas podemos dizer que ela não ficou muito recatada...
Em 'If U Seek Amy', Spears usa um acrônimo, que emite o som parecido com 'fuck me'. De forma educada, a expressão seria traduzida como 'por favor, quero que você tenha relações comigo agora'.



Praticamente qualquer música do Aerosmith inclui referências sexuais. Nesta música de 1976 eles falam sem rodeios, sobre adolescentes 'com experiência', virgens que não são virgens em realidade, sexo oral, trios... Uma música bem perigosa!






Pioneiro do rock e inspiração para os Beatles, Chuck Berry foi número 1 no Reino Unido com a música 'My Ding-A-Ling', numa referência clara a 'sua
coisinha', expressão que usa na letra da música. O curioso é que o compositor
 Dave Bartholomew assegura que a letra da música fala sobre a luta pela igualdade racial.




Os fãs dos Beatles não entraram ainda em acordo sobre o significado desta música, que foi o segundo single do quarteto de Liverpool. Mas a tradução para o português deixa poucas dúvidas: 'Venha (venha), Venha(venha), Me agrade, me agrade oh yeah, como eu agrado você.'





Tudo bem que, para a maioria  dos cristãos verdadeiros, a existênciade mensagens subliminares não é nenhuma novidade. Assim sendo, meu intento aqui não foi o de fazer uma apreciação crítica sobre o assunto (já que o mesmo ainda precisa ser muito discutido), só quis chamar a atenção para o fato de que tudo neste mundo se origina de uma intenção e objetivo. Por isso, em se tratando especificamente de música, nós, que pretendemos seguir os princípios cristãos, devemos nos atentar para o fato de que as canções foram criadas como instrumento de louvor, dessa forma, o destinatário pode ser tanto Deus como o diabo.

Não é porque o mundo aceita tais atitudes que nós devemos incorporá-las no nosso dia a dia. Se quisermos nos purificarmos devemos fugir da aparência do mal, isso inclui também determinadas companhias, programações de tv, leituras indevidas, etc, como diz na palavra: "Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma." ( I Coríntios 6:12)

Que possamos ficar atentos com o que nos alimentamos, sendo esses alimentos materiais, espirituais, visualis ou sonoros.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Livramentos de Deus

Oi, pessoal!

Vim rapidinho só para falar um pouquinho acerca daos livramentos que o Pai me concede dia após dia. São tantos livramentos que às vezes nem valorizo e acabo sendo mau agradecida.

Você tem parado para notar  como Deus tem cuidado da sua vida, da sua família?

O Senhor Jesus é um Deus de detalhes e vê muito mais além do que os nossos olhos podem enxergar. Ele não só se preocupa conosco como também cuida de toda nossa vida. Isso é incrível, não é?

Faltaria-me tempo para descrever os grandes livramentos que o Pai tem me dado. Livramentos de morte, de acidente, de doença, de decepção...  Como Deus tem sido fiel em minha vida! Creio que na sua não tem sido diferente. 

É sempre fácil murmurarmos e reclamarmos quando as coisas não acontecem da melhor forma, mas não é fácil prestar atenção nos percalços e valorizar o aprendizado que obtivemos através daquela mesma situação.

O que quero dizer é simples: quantas vezes já não aconteceu de você querer ir a algum lugar e o pneu do carro furar? Ou você se machucar? Quantas vezes, por um motivo irrisório, você chegou ao seu destino atrasado ou aquela viagem tão planejada não deu certo? Quantas vezes você parou, notou, e agradeceu a Deus pelo impedimento, pois viu que, através desses pequenos fatos ,coisas ruins foram evitadas? É um namoro que não deu certo, um concurso que não houve aprovação, um sonho que ainda não foi realizado...

Precisamos aprender a olhar para os livramentos de Deus e agradecê-lo pelo seu cuidado, afinal, " há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte." (Provérbios 14:12)

Quando algo der errado, pergunte a Deus o porquê, pois pode ser que Ele esteja te dando um grande livramento. Mas, se Ele te disser que não é livramento, que satanás que está barrando a sua bênção, então guerreie por ela, porque o Senhor dos Exércitos vai na sua frente.

Obrigada por seus livramentos, Senhor! Quero te agradecer e honrar por ser um Deus zeloso em minha vida, por se importar comigo a ponto de em nenhum momento, nem mesmo por um segundo se esquecer que sou totalmente dependente de Ti. Te amo!

segunda-feira, 19 de abril de 2010

O poder de um clamor


Ontem, quando estava orando, o Senhor me deu uma passagem bíblica que me chamou muito a atenção.

“E ela disse: Dá-me uma bênção; pois me deste terra seca, dá-me também fontes de águas. Então lhe deu as fontes superiores e as fontes inferiores.” (Josué 15:19)

Este versículo mexeu comigo. Senti que Deus me falava que eu deveria querer mais, pedir mais, clamar mais e, consequentemente, ser mais.

Buscando entender melhor, pesquisei acerca de toda a história contada no capítulo. Descobri que Calebe, companheiro de Josué na conquista de Canaã,  tinha uma filha, chamada ACSA, e chegando à idade de casá-la, ele não queria entregá-la para qualquer um, pois, sendo corajoso como era, já que guerreou muito pela terra prometida, jamais aceitaria dar sua filha na mão de um covarde, ou medroso. Calebe daria Acsa em casamento ao homem que mostrasse ser nobre e corajoso, como ele próprio. É importante salientar que, da geração que saiu do Egito, somente Calebe e Josué entraram na terra prometida. Por isso, lançou um tremendo desafio:

“E disse Calebe: Quem ferir a Quiriate-Sefer, e a tomar, lhe darei a minha filha Acsa por mulher. Tomou-a, pois, Otniel, filho de Quenaz, irmão de Calebe; e deu-lhe a sua filha Acsa por mulher.” (Josué 15:16-17)

ACSA (significa dominadora de serpentes), filha de um homem, CALEBE, que fez com que sua história fizesse diferença em sua geração.
Calebe colocou sua filha como o maior prêmio, pois sabia que para fazer parte de sua família, tinha de ser o melhor, vencedor. Calebe sempre foi um guerreiro forte e valente e Acsa aprendeu com seu pai, e não abria mão do que podia ter.

“Tomou-a, pois, Otniel, filho de Quenaz, irmão de Calebe; e deu-lhe a sua filha Acsa por mulher.” (Josué 15:17)

Otniel ganhou a batalha, as terras e a moça como esposa, estava feliz e satisfeito com tudo aquilo, mas ele não sabia que aquilo ainda não era tudo o que ele poderia alcançar, havia mais.

“E sucedeu que, vindo ela (ACSA) a ele, o persuadiu que pedisse um campo a seu pai; e ela desceu do seu jumento; então Calebe lhe disse: Que é que tens?” (Josué 15:18)

Acsa então fala para seu esposo Otniel pedir mais ao seu pai. Tudo indica que ele não pediu. Acsa que conhecia bem o pai que tinha, sabia que ele poderia lhe dar muito mais. Acsa diz ao esposo: “Vai e pede." Porque o texto diz que ela persuadiu, pressionou, ele ficou paralisado. Este é o defeito de muitos homens, paralisarem diante de algumas situações.
Não é porque você teve uma vitória que deve parar e cruzar os braços. Deus vai te sacudir! O Pai tem muito mais para te dar!

Acsa toma uma atitude, ela sabia que o seu pai tinha mais para sua vida. Acsa saiu do que era normal, ela não seguiu viagem. Ela não quis ser normal.

Acsa desceu da jumenta, fez algo que não estava no script. E seu pai se volta e fala: "o que queres?", ela responde: Dá-me uma bênção; pois me deste terra seca, dá-me também fontes de águas. Então lhe deu as fontes superiores e as fontes inferiores".

Acsa ganhou muito mais do que pediu simplesmente porque teve atitude, porque clamou pelo que queria.

É isso que o Senhor quer de mim e  de você. Atitude! Atitude para clamar a Ele pelo melhor; atitude para agir em prol deste melhor.

Muitas vezes nós nos acomodamos, achamos que já conquistamos muito, ou então pensamos que é impossível demais ir além do visível, do esperado. Ainda bem que temos um Deus do impossível ao nosso lado.

Que tremendo o que o Pai me disse!

Compartilho com vocês a direção que recebi de Deus: o poder da atitude, o poder do clamor; o poder de sempre anseiar voos mais altos e mais longos.

Peça a Jesus sua bênção! Faça como Acsa que não se conteve com a sua porção de terra, mas teve visão de que poderia ganhar muito mais, poderia receber também as fontes de água.

Que hoje você entenda que por mais que Deus já te deu, ele tem muito mais para você. Que o Senhor abra a nossa visão e nos faça prosperar, crescer.

Quero mais de Ti, Senhor!

sexta-feira, 16 de abril de 2010

A verdadeira idolatria

Desde que o mundo é mundo o homem sempre achou um "jeitinho" de buscar modelos para serem seguidos e adorados. Hoje, não é diferente.

São muitas as pessoas que entendem que Deus odeia idolatria e que os idólatras não entrarão no reino do céu. Porém, tantos outros, por gostarem de tal ato, preferem procurar justificativas que não existem para continuarem a idolotrar seus deuses, que nem sempre são representados por imagens.

"Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte. (Apocalipse 21:8)"

Dentre as classes dos condenados, está bem claro, na passagem acima, que os idólatras não serão salvos. Este ponto é inquestionável! A palavra de Deus é a verdade suprema e quanto a ela não há argumento. Quem quiser morrer se enganando, tem livre arbítrio para isso, contudo, todos somos responsáveis por nossas escolhas.

Eu gostaria realmente de frisar que idolatria é idolatria e ponto final. Idolatria é simplesmente colocar algo ou alguém acima de Deus; é adorar uma religião, uma pessoa, um bem, não importa. Deus não divide a sua glória com ninguém. Eis, abaixo o significado da palavra:

Idolatria = s. f.1. Adoração dos ídolos. 2. Culto prestado ao que não é Deus. 3. Fig. Amor excessivo.

Tem gente adorando a si mesmo, se amando excessivamente. Assim como existem tantos outros que adoram a seus filhos, marido, esposa, namorado, mãe, celebridades e, até mesmo, seus bens materiais e ainda dizem que servem a Deus. Mentira! Quem conhece o Pai sabe que o primeiro princípio para servi-Lo é amá-Lo acima de tudo, pois, de outra maneira não conseguiríamos jamais levar a nossa cruz. Só renunciamos a nossa vontade quando amamos a Deus. Não é assim que uma mãe faz com o filho? Quantas mães deixam de comer por causa dos seus?

Não estou aqui defendendo religião, apenas me irrita, como diz uma famosa pregadora, "o espírito de mula, de burrice, o autoengano". Afinal, todos sabem que a mentira não provêm de Deus, seja ela mentira explícita ou subtendida.

Crer em santos e imagens, sem nem questionar é burrice! A origem das imagens pode ser explicada pela bíblia e comprovada até mesmo pela história, tanto geral como do Brasil, não buscam essa verdade quem não quer. Entendam, estou apenas dizendo que quem faz isso por tradição, por obrigação, sem buscar conhecer a verdade suprema é tolo. Crer em qualquer pessoa, objeto ou convenção, por comodismo é burrice, já que a bíblia está aí para todo mundo. Porém, a maioria das pessoas prefere acreditar em mentiras postuladas como verdades do que ter o "trabalho" de buscar a Deus e ler sua palavra para ouvirem a voz da verdade que só Jesus tem.

“Nada sabem os que conduzem em procissão as suas imagens de escultura, feitas de madeira, e rogam a um deus que não pode salvar”. (Isaías 45:20b)

Seria apenas um problema de engano e nada mais? Não! O problema é bem maior. Se a pessoa fica acomodada e não questiona e nem busca a verdade suprema, ela pode correr um grande risco de passar toda  a eternidade no fogo do inferno. Olha o que diz em Oséias 4:6:

"O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos."

Não ache que quando esta vida aqui passar o Senhor vai ouvir "desculpinhas" para você entrar no céu. Esqueça! Deus é Deus zeloso com sua palavra e também é Senhor da justiça. Por que uma pessoa que preferiu ficar na zona de conforto e ser enganado teria o mesmo  galardão de quem "pagou o preço" para buscar e exercer a verdade? Deus não está a procura de covardes e acomodados.

Tenha atitude! Em todas as áreas da nossa vida é assim, sem não tivermos atitudes nunca seremos vitoriosos, nunca conquistaremos o sucesso. Não ache que na vida espiritual é diferente, ao contrário, nossa vida com Deus é muito mais importante e só seremos salvos e mais que vencedores se nos dedicarmos muitos mais do que nos dedicamos em nossa vida secular. Não se engane, tudo isso está na bíblia!

Ore! Leia a Palavra de Deus! Busque a verdade! Não idolatre os seus conhecimentos, não se ache o dono da verdade, porque, fazendo isso, você só afirmará a sua tolice.

Nada sabem... Nada sabem...

Nada sabem quem serve a Deus sem conhecê-lo em sua intimidade. Nada sabem quem segue padrões determinados pelo homem e não por Deus. Nada sabem quem não busca conhecer  o Senhor face a face. Não sabem o que estão perdendo!

Te adoro, meu Senhor!


sexta-feira, 9 de abril de 2010

Um chamado

Um dia, Samuel ouviu a voz de Deus chamando o seu nome: "Entäo veio o SENHOR, e pós-se ali, e chamou como das outras vezes: Samuel, Samuel. E disse Samuel: Fala, porque o teu servo ouve. (I Samuel 3:10)

Dessa mesma forma, o Senhor também quer falar conosco e, todos os dias, nos chama para cumprir o que Ele tem reservado para cada um de nós. Todos somos chamados pelo Todo Poderoso.

"Muitos são os chamados, mas poucos os escolhidos." Mateus 22:14

Deus tem sonhos grandes para nós. No entanto, temos dificuldade para acreditar no sobrenatural do Altíssimo e achamos melhor viver a nossa vida, segundo a nossa vontade, porque é mais fácil. Contudo, vivemos em um mundo que "jaz do maligno" e, assim, somos enganados quando pensamos que nossa vida desse ser guiada por princípios mundanos.

Já repararam como a nossa rotina secular nos afasta de Deus?
Não é dífícil encontrar alguém que fale que não vai à igreja ou não ora todos os dias porque trabalha, estuda, cuida da casa, dos filhos. Não temos tempo para Deus simplesmente porque queremos gastar a nossa vida "ganhando" o mundo. Na verdade, não só Deus é o prejudicado, mas, muitas vezes, até a nossa família é obrigada a ficar em segundo plano por causa das nossas ambições e obrigações.

Meu pai me disse uma vez que o dia é feito de 24 horas e cada hora do dia deve ser bem, distribuida. Sendo 8 para o descanso (dormir), 8 para o trabalho, 4 para o lazer com nossa família e 4 para Deus. Quem hoje tem essas 8 horas para dividir com o lazer, a família e Deus?

Quando aceitamos os propósitos de Deus, Ele faz uma mudança drástica em nossa rotina. Ele começa a nos mostrar o que realmente deve ter prioridade. Assim, no topo da pirâmide fica Jesus, depois nossa família e somente no final o trabalho.

A bíblia nos relata a vida de José, Noé, Abraão, Moisés, Davi e tantos outros que aceitaram o chamado de Deus e foram honrados perante os homens.

Muitos também são os exemplos que temos, na nossa contemporaneidade, de pessoas que renunciaram as suas vontades em prol da de Deus e perceberam que grande é a recompensa que o Pai nos garante.

Sei que ainda tenho muito para andar, mas já tenho provado o sabor do chamado de Deus e tenho percebido que não há prazer maior do que viver os seus sonhos, pois só assim jamais serei frustrada e enganada.

Aceite o chamado que Deus. Peça a Ele que mostre a  você o que Ele tem reservado para sua vida, tenho certeza que você nunca se decepcionará, pois nosso Pai nos faz mais que vencedores.

Eis-me aqui, Senhor!