terça-feira, 15 de setembro de 2009

Dá-me, Senhor, a Tua visão


Vejo as pessoas se acabando com pequenos prazeres, se divertindo "sem maldade", demonstrando uma felicidade instantânea, que juram, é verdadeira. Quanta ilusão!
Hoje em dia está na moda se mostrar feliz e chorar sozinho. Isso mesmo! Quando você curte e experimenta todos os prazeres que lhe é "devido" e "não faz mal a ninguém" (na verdade esse pronome indefinido (ninguém) deveria ser substituído por "mim"), você está alimentando sua carne. Afinal, qual é o problema em viver o "Carpe Diem"?
Não haveria nenhum problema se você não fosse composto, além de matéria, de alma e espírito. É por isso que as pessoas se sentem tão vazias e, quando não estão acompanhadas de "amigos das baladas" e alucinógenos (lícitos ou ilícitos, tanto faz), elas choram sozinhas...
Algo que eu aprendi com Deus é que se realmente quero a verdadeira felicidade, que não se esvai com a ressaca ou com o raiar do sol, devo buscar as coisas que me edificam.
Quando obedeço a Deus e busco a visão Dele, ou seja, "olhar com o espírito", e não com a carne, verdadeiramente corro atrás do que vale a pena.
Fico triste quando vejo as pessoas serem enganadas porque, normalmente, essas pessoas acham que "estão abalando", que "são as melhores". Nessa fase o ego começa a imperar, mas isso já é pauta para outro assunto...
Somente Deus edifica! Somente o amor de Deus nos preenche! Somente a palavra de Deus nos alimenta!
Quando a gente pára para ouvir o que Deus quer de nós, quando aceitamos trilhar a direção Dele, e não a nossa, muito menos dos nossos amigos e celebridades preferidas, enxergamos mais além...
Essa nova visão faz com que nos acheguemos mais perto de Deus. Na bíblia diz: “Sem santidade ninguém verá o Senhor. (Hebreus 12:14)
Será que adianta acreditar em Deus e não obedecê-lo?

“Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o Reino de Deus. Mas o fruto do Espírito é: caridade amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra essas coisas não há lei.” Gl 5.19-23

PROSTITUIÇÃO (gr. pornéia), i.e., imoralidade sexual de todas as formas. Isto inclui, também, gostar de quadros, filmes ou publicações pornográficos (cf. Mt 5.32; 19.9; At 15.20,29; 21.25; 1Co 5.1). Os termos moichéia e pornéia são traduzidos por um só em português: prostituição.(2)
IMPUREZA (gr. akatharsia), i.e., pecados sexuais, atos pecaminosos e vícios, inclusive maus pensamentos e desejos do coração (Ef 5.3; Cl 3.5).(3)
LASCÍVIA (gr. aselgeia), i.e., sensualidade. É a pessoa seguir suas próprias paixões e maus desejos a ponto de perder a vergonha e a decência (2Co 12.21).(4
IDOLATRIA (gr. eidololatria), i.e., a adoração de espíritos, pessoas ou ídolos, e também a confiança numa pessoa, instituição ou objeto como se tivesse autoridade igual ou maior que Deus e sua Palavra (Cl 3.5)
FEITIÇARIAS (gr. pharmakeia), i.e., espiritismo, magia negra, adoração de demônios e o uso de drogas e outros materiais, na prática da feitiçaria (Ex 7.11,22; 8.18; Ap 9.21; 18.23).(6)
INIMIZADES (gr. echthra), i.e., intenções e ações fortemente hostis; antipatia e inimizade extremas.(7)
PORFIAS (gr. eris), i.e., brigas, oposição, luta por superioridade (Rm 1.29; 1Co 1.11; 3.3).(8)

EMULAÇÕES (gr. zelos), i.e., ressentimento, inveja amarga do sucesso dos outros (Rm 13.13; 1Co 3.3).(9) IRAS (gr. thumos), i.e., ira ou fúria explosiva que irrompe através de palavras e ações violentas (Cl 3.8).(10)
PELEJAS (gr. eritheia), i.e., ambição egoísta e a cobiça do poder (2Co 12.20; Fp 1.16,17).(11)
DISSENSÕES (gr. dichostasia), i.e., introduzir ensinos cismáticos na congregação sem qualquer respaldo na Palavra de Deus (Rm 16.17).
HERESIAS (gr. hairesis), i.e., grupos divididos dentro da congregação, formando conluios egoístas que destroem a unidade da igreja (1Co 11.19).
INVEJAS (gr. fthonos), i.e., antipatia ressentida contra outra pessoa que possui algo que não temos e queremos.(14)
HOMICÍDIOS (gr. phonos), i.e., matar o próximo por perversidade. A tradução do termo phonos na Bíblia de Almeida está embutida na tradução de methe, a seguir, por tratar-se de práticas conexas.
BEBEDICES (gr. methe), i.e., descontrole das faculdades físicas e mentais por meio de bebida embriagante.(16)
GLUTONARIAS (gr. komos), i.e., diversões, festas com comida e bebida de modo extravagante e desenfreado, envolvendo drogas, sexo e coisas semelhantes. As palavras finais de Paulo sobre as obras da carne são severas e enérgicas: quem se diz crente em Jesus e participa dessas atividades iníquas exclui-se do reino de Deus, i.e., não terá salvação.

Sacie o seu espírito e não a sua carne, pois a carne é mortal, mas o espírito é eterno.
Obrigada, Senhor! Nada no mundo se compara a Tua presença!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar no blog!