segunda-feira, 28 de março de 2016

Vencendo o dia mau



Acredito que boa parte da humanidade concorda em algo: viver é realmente um grande desafio, uma árdua tarefa! Quiçá quisessem todos que a vida fosse feita apenas de conquistas, sucessos e alegrias. Bom seria se não houvessem tristezas, tragédias e calamidades. Mas, elas existem... 

Não importa em qual estágio estamos da vida; qual classe social, raça ou etnia pertencemos; nem mesmo quem somos, o que ansiamos ou onde moramos. É certo que dias difíceis surgem na vida de todos (embora haja expressivas diferenças de proporção a serem consideradas). 

Como então enfrentar esses dias? Como sobreviver a eles? De maneira peculiar e distinta, cada qual procura conforto, solução e esperança em algo ou alguém. Eu procuro em Deus.  O salmo 18, versículo 2, diz: "O Senhor é a minha rocha, a minha fortaleza e o meu libertador; o meu Deus é o meu rochedo, em quem me refugio. Ele é o meu escudo e o poder que me salva, a minha torre alta."

Quem conhece a Jesus em Sua intimidade, sabe que Ele não é apenas um personagem da história que impactou o mundo com sua filosofia de vida. Jesus é Deus. Um Deus vivo que ressuscitou dentre os mortos. Um Deus que nos conhece de perto e que quer se fazer cada vez mais conhecido por nós. É este Deus que me ajuda a prosseguir quando não vejo mais motivos para levantar da cama pelas manhãs. Ele é minha esperança, minha força!

E Deus fala conosco, só basta que tenhamos fé o suficiente para ouví-lo. Uma das melhores maneiras de descobrirmos a opinião de Deus ao nosso respeito, de relacionar-se com Ele, além da oração (é claro), é por meio do estudo de sua Palavra. Quanto mais estudamos a bíblia, mais conhecemos o caráter de Deus, mais somos encorajados e fortalecidos para enfrentarmos o dia adverso. 

Pela fé e pelo conhecimento da Palavra descobrimos que Deus tem um futuro para nós. Deus tem promessas, sonhos e planos para cada um daqueles que O amam. "Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais" (Jeremias 29:11).

No dia mau, volte-se para Deus, busque Nele sua força e refrigério. Deus tem dias melhores para nós. Ele tem a esperança de que precisamos, a alegria que ansiamos. Ele ainda faz milagres e pode mudar qualquer quadro de vida, qualquer circunstância ou situação. Ele sempre está disposto a ajudar-nos. Sua mão está estendida e seus braços continuam abertos para acolher-nos.

Deus tem um propósito para minha vida, Deus tem um propósito para sua vida! Os Seus pensamentos são maiores que os nossos, os Seus sonhos são melhores também! E o mais importante: Um coração quebrantado Ele jamais desprezará!







domingo, 28 de fevereiro de 2016

As estações da vida

Búzios, RJ (Arquivo Pessoal)
Em 2009, por mero acaso, decidi iniciar este blog. Foi um projeto despretensioso. Eu apenas senti-me impelida a escrever e compartilhar minhas vivências com Deus. Naquela época eu estava simplesmente extasiada por conhecer, dia após dia, um Deus que se relaciona tão intimamente conosco. Mas, de lá para cá, muitas coisas aconteceram, muitas estações despontaram...

Em 2010, mudei-me de cidade em prol de meus estudos (conforme expus em posts anteriores). Foi um tempo novo. Os estudos foram intensos. Amadureci bastante e ampliei demasiadamente meus horizontes. Contudo, espiritualmente, eu entrei em um longo e intenso inverno.

Convivi com pessoas, culturas e teorias contrárias à minha crença pessoal. Provei, até mesmo, da falta de aceitação dos meus valores em minha própria moradia. Dizem que cristãos costumeiramente são fanáticos... Ateístas e agnósticos podem ser tanto ou mais! O ser humano e seus pré-conceitos...

Em 2012, formei-me e retornei para minha cidade natal, entretanto, eu ainda permaneceria algum tempo naquele inverno espiritual.

Por causa de alguns problemas de ordem pessoal, 2013 também foi um ano em que minha fé fora grandemente provada. O inverno ainda perseverava... Isso explica porque minhas postagens foram tornando-se cada vez mais escassas e eu fui, gradativamente, deixando de escrever neste espaço aqui.

Mas, as estações são cíclicas e, por mais duradoura que, por ventura, alguma estação seja, haverá o momento de seu desabrochamento para que outra floresça em seu lugar.

Assim, em 2014 a primavera começava a irromper em minha vida. Aleluia! Tive gratas surpresas de Deus naquele ano, dentre elas, a que mais fez pulsar meu coração foi a proposta de emprego que, meu então namorado, Frederico (ele já apareceu por aqui), recebeu em minha cidade natal. Como Deus é bom! Esperamos tanto tempo para ficarmos juntos e agora, subitamente, as coisas começavam acontecer, encaixar-se...

E depois de 7 anos de namoro (sendo 6 e meio a distância. Ufa!) finalmente estávamos juntos! Mal dava para acreditar no que estava acontecendo...No mesmo ano marcamos a data do nosso tão sonhado casamento. As promessas de Deus estavam se cumprindo em nossas vidas! O inverno realmente havia passado... Deus é fiel!

Em 2015 nosso verão chegou: nosso casamento! Foi tudo um sonho! Tudo PERFEITO! Muito mais lindo e mais emocionante do que poderíamos imaginar! (Espero compartilhar cada detalhe com vocês).

Foram anos de espera por este momento. Muitos desertos, dificuldades e desencontros. No contexto bíblico: "fomos provados pelo fogo"! Nossos corações, outrora tão abatidos e gelados pelas provações, agora estavam totalmente aquecidos pelos milagres que começávamos a vivenciar! Ah, Deus, quanta bondade!

Topo do Mundo, MG - Estúdio Melius Fotografia (Arquivo Pessoal)
Fascinada pelo agir de Deus e pela nova estação que se revelava em minha vida, ainda no início de 2016, recebi várias mensagens no facebook de leitores do blog. Nem me dei conta que fui me perdendo deste projeto...

Obrigada queridos leitores por incentivaram-me a voltar aqui e permanecer na visão que Deus me deu: compartilhar tudo aquilo que Ele fez, faz e fará em minha vida. Fiquei feliz em saber que, de alguma forma, consigo ser "luz" na vida de algumas pessoas.

Portanto, creio que retomar este projeto (este tão simples e despretensioso projeto) seja um oportuno marco de Deus em minha vida espiritual: momento de renovo.


"Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo." (2° Co 5:17)

"Therefore if any man be in Christ, he is a new creature: old things are passed away; behold, all things are become new." (2° Co 5:17) 


Que seja verão de Deus em sua vida também porque não há inverno que dure para sempre!

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Quem eu sou?


Há muito tenho aprendido com Deus que minhas opiniões e impressões quase sempre estão equivocadas, e muito dificilmente são confiáveis.

Na bíblia diz: "Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?" (Jr 17:9). Tenho compreendido essa verdade de maneira dolorosa, principalmente no que se refere à imagem que eu tenho de mim mesma. Sim! É torturante descobrir, ao aprofundar-me mais e mais no rio de Deus, o quão enganada eu estava sobre mim mesma! É difícil confrontar os meus mais profundos e terríveis sentimentos e opiniões, como a inveja, o egoísmo, o orgulho, o ciúmes...

Muitas vezes, por buscarmos a Deus, achamos que somos melhores, mais elevados em caráter, mais santos, mais e mais e mais... Porém, na realidade, quando caminhamos juntinho do Altíssimo descobrimos o contrário. Nossos olhos espirituais se abrem e vemos como somos carnais, talvez mais ainda do que aqueles que ainda não vivem o evangelho.
A questão é que, muitas vezes, apegamo-nos a nossa libertação de algumas práticas consideradas pecaminosas e esquecemos que necessitamos também de uma libertação interior. Afinal, Jesus está preocupado com as atitudes do nosso coração, pois é dele que  "procedem as fontes da vida." (Pv 4.23). 

O nosso coração é terra desconhecida, até de nós mesmos. 
A certeza da pureza que julgamos ter, em uma rápida inspeção do Espírito Santo, pode ser duramente questionada. Entretanto, o importante nessa "faxina interior" é querer, desejar ardentemente ser limpo e livre dessas armadilhas invisíveis. Mas, para isso, é necessário clamar a Deus e dizer-lhe: "Senhor, eu não quero mais ser esse sepulcro caiado! Me livra de mim mesmo!"

Essa tem sido a minha oração diária, pois, a cada passo em meu caminhar com Deus percebo o quanto preciso ser transformada, o quanto sou oca por dentro. Entretanto, creio piamente que Aquele que começou a boa obra em mim, e em você, é fiel para cumprí-la até o fim! 


Não desista de ser transformado, porque eu jamais desistirei!



Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?
Jeremias 17:9"


Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?
Jeremias 17:8-9
Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?
Jeremias 17:9
Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?
Jeremias 17:9

Fonte inesgotável



 Não há como limitar o agir de Deus, pois Ele é surpreendente e nunca, jamais se esgota.

Assim como o oceano que, aos nossos olhos, nada mais é que a expressão do infinito, assim é Jesus: profundo, imenso e intenso!

Saber que o nosso Deus trabalha com novidades é algo irresistível!

O prazer do novo e do inesperado, possibilita-nos percebermos nossas limitações e incapacidades, bem como estreitarmos nosso relacionamento com Deus, sempre pautando-nos no sentimento de confiança.

"Eis que faço novas todas as coisas." (Apocalipse 21:5a)

A nossa promessa é de renovo, restauração. Crendo em um Deus que pode mais do que pensamos ou imaginamos; em um Deus que tem prazer em nos levar a caminhar por lugares mais altos do que os que outrora estavámos acostumados a andar.

Creia que Deus surpreenderá o seu coração, afinal, o nosso Deus realiza o que ainda não sonhamos ou imaginamos, porque grandes são as obras de Suas mãos. Aleluia!
o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas
Apocalipse 21:5
E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas.
Apocalipse 21:5

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Eu sei que meu Redentor vive


Pensei que não fosse escrever neste espaço tão cedo. Aliás, acho que no meu mais íntimo consciente, já havia decretado a falência deste blog. O motivo do abandono é incerto: falta de tempo, aprendizados espirituais intensos (mais conhecido como deserto), etc...

Hoje fui impelida a escrever, ao perceber como tem sido recorrente os comentários, de posts já tão antigos, que venho recebendo através do meu e-mail. As confirmações de cada esperiência com Deus em que eu e tantos outros temos vividos, fez-me compreender que o blog ainda tinha alguma utilidade...

Assim, resolvi então compartilhar com vocês o meu maior aprendizado divino: a confiança em Deus.

Mais do que nunca, em meio a todos os impossíveis em minha vida, decidi confiar.
Já não quero me desesperar...
Creio que tudo que vivi me trouxe ao lugar em que agora me encontro. 
Percebo que a dificuldade em nossa trajetória de vida, apesar de oscilar, é uma companhia sempre presente. Entretanto, a forma como lidamos com os infortúnios podem revelar e até mesmo designar se haverá ou não solução para tudo isso.

Hoje é fácil entender que conhecer a Cristo significa confiar Nele.
De acordo com o dicionário, confiança é sinônimo de familiaridade. Confiança em Deus, por conseguinte, seria a profundidade do nosso relacionamento com Ele, o nosso grau de intimidade.

Vejo que meus problemas, perante essa confiança, que foi tão sofrivelmente construída, verdadeiramente são passageiros, pois conheço o Deus que eu sirvo, como declarou Jó: Pois eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra.”(Jó, 19:25)

Não preciso entrar em detalhes sobre a história de Jó, creio que ela é bastante propagada. Só quero frisar que a paz que excede todo entendimento só pode estar embasada na confiança Naquele que pode todas as coisas. 

Descansar em Deus como um bebê que não se preocupa se terá alimento, e mesmo assim é alimentado. Como uma criança que não se preocupa com o amanhã, se terá ou não vestes ou brinquedos, apenas confia que seus pais serão a sua provisão e cuidam do seu futuro.

Agora não quero mais me desesperar, brigar, reclamar, só quero deitar no colo do Pai, em meio a toda tempestade, e me acalmar, pois eu sei que meu Redentor vive! Aleluia!!!!!

p.s.: Na foto acima, eu, meu sobrinho Matheus e minha sobrinha recém nascida Milena

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Inserida em outro mundo


Não sei se luto mais com essa insônia, porque tenho uma leve impressão de que não sou eu quem está ganhando...

Em meio a tantas obrigações e preocupações, um pensamento corriqueiro me veio novamente à cabeça, assim, mais uma vez, minha mente, querendo trabalhar, atrapalha meu horário de descanso, ou melhor, desfaz todos meu horários...

Mas, indo direto ao assunto, queria relatar que, mais um vez, ao final de mais um dia, percebi que não me sinto inserida. E não diria que foi uma agradável constatação. Antes, tive a certeza, como sempre, da minha incompletude.

É engraçada essa necessidade de complemento, que por vezes procuramos que outros  preencham e, apesar das muitas decepções, não são poucos os que passam uma vida inteira nessa busca.

Mesmo sabendo das limittações humanas, continuo não me sentindo inserida. Só pode ser algo metafísico. Percebo, novamente, que não sou deste mundo, e quem é???

Assisti uma palestra de um grande escritor, Cristovão Tezza, em que ele afirmou que "um escritor precisa da tristeza para escrever, um escritor profundo precisa da solidão", nessa argumentação eu acrescentaria que, este escritor, que não é um qualquer, necessita do "vazio", o grande vazio da alma humana...

Mais uma vez não me senti inserida, pois, de há muito, rejeito esse vazio, essa solidão, e só desejo a vida de Cristo, a sua paz, o seu amor, que, definitivamente, não são desse mundo vazio...

O único momento em que me sinto inserida é na presença do Pai, quando choro pra Ele e recebo seu preenchimento, seu toque e, para me permitir ser cheia do seu Espírito, não preciso de um lugar, mas de uma escolha, a minha, de me sentir inserida em um "mundo vazio", ou estar cheia e estar inserida em outro mundo.

Mas muitos são os que escolhem este mundo e, assim, jamais provam do estado "cheio", alguns até tentam, mas desistem e se perdem no caminho, afinal, "estreito é o caminho que conduz à salvação".

Os intelectuais "vazios", ou os ignorantes "vazios" ainda se sentem em vantagem quando encontram alguém de "outro mundo", se sentem satisfeitos por pertencer verdadeiramente ao planeta Terra, entretanto, com a experiência de quem um dia também já foi "terrestre", tenho certeza da incontáveis vantagens de ser "de outro mundo", um mundo feito só para os escolhidos, aqueles que verdadeiramente têm provado da comunhão com o Pai, algo realmente de outra galáxia, quiçá, de outra dimensão.

Como tantos outros, sou mais uma peregrina neste mundo, porque, com toda certeza, aqui não é o meu lugar.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Alegra-te no Senhor



"Regozija-te e alegra-te, ó filha de Edom" (Lamentações de Jeremias 4:21a)

 Olá, queridos amigos do blog!

Infelizmente tenho deixado de lado esse espaço porque minha rotina anda muito tumultuada, mas espero conseguir mais tempo para continuar interagindo com vocês.

Pois, bem! Mais uma madrugada em que a insônia me encontra (sintoma corroborado pelo horário de verão que tem me desregulado mais ainda. Céus!).

Alguns dias atrás estava muito confusa, chorosa, mas nas últimas horas comecei sentir algo de Deus, senti a alegria do Senhor manifestada em minha força.

Como já disse em alguns posts anteriores, a mudança de cidade e de rotina, até mesmo de círculo social não foi, ou melhor, não está sendo fácil. Cheguei a concluir que até mesmo a tão sonhada vitória é uma luta; o fim não é a bênção, aliás, ela é apenas um começo, de algo muito melhor, creio eu, mas de algo muito difícil também...

Contudo, pela graça e misericória divina, especialmente hoje, decidi me alegrar no Senhor, atitude que, eu sei, deveria ser realizada todos os dias, mas minha pouca fé muitas vezes não permite...

Louvo a Deus porque Ele tem suprido minhas necessidades!
Louvo a Deus porque minhas dificuldades são pequenas diante das calamidades alheias!
Louvo a Deus pelo seu amor e cuidado sempre presente!
Louvo a Deus pela sua paz que inunda meu coração!
Louvo a Deus por me curar!
Louvo a Deus por ser meu Pai, acima de tudo e de forma incondicional!
Louvo a Deus pelos milagres em minha vida, pelos impossíveis!
Louvo a Deus por realizar os desejos do meu coração!
Louvo a Deus por me permitir conhecê-Lo cada vez mais!
Louvo a Deus pelo ar que eu respiro, pela minha vida!

Te louvo, meu Senhor, porque Tu, somente Tu, és a alegria da minha alma!

Devo a Deus todo louvor e adoração que o meu ser possa conceber e, mesmo assim, jamais poderia manifestar a imensa glória que Ele tem derramado em minha vida.

Me alegro no Senhor, porque Ele preenche todo o meu vazio, porque mesmo na dificuldade Ele é o refrigério da minh'alma!

Mais uma vez, Pai, resolvi me alegrar em Ti! Obrigada por tudo que És para mim!